Áreas de Atuação

lgpd_artigo_analuzza-1920x1080.jpeg
medo-de-ir-ao-ginecologista.jpg

Oncogenética

O câncer é uma doença de alta prevalência, com estimativa ocorrer em mais de 600 mil pessoas por ano. Trata-se de uma doença genética, mas não necessariamente hereditária.

Genética pois todo o câncer surge de uma célula que sofre alguma alteração em seu material genético, o que aumenta sua capacidade de crescimento ou inibe sua capacidade de bloquear esse mesmo crescimento, fazendo com que ocorra uma proliferação descontrolada, levando ao tumor. Resumidamente, é dessa forma que um tumor se forma.

Quando falamos em hereditariedade para o câncer, porém, queremos dizer de uma predisposição genética no indivíduo, ou na família, que aumenta a chance de desregular o sistema que controla do crescimento das células, e dessa forma a chance de ocorrer um tumor aumenta.

 

A cada 10 pessoas com história de câncer, pelo menos 1 desenvolveu o tumor por ter uma predisposição hereditária. Geralmente os indivíduos que tem indicação de serem investigados para uma predisposição hereditária ao câncer são aqueles que tem um tumor em uma idade atípica (geralmente mais jovens do que o esperado), ou um tipo de tumor com características raras, ou ainda com história familiar de câncer. O conjunto dessas características é que nos permite identificar uma possível Síndrome de Predisposição Hereditária ao Câncer, e assim os exames genéticos necessários adequados, além de possíveis acompanhamentos clínicos para prevenção.

Agende sua consulta conosco!